quinta-feira, 24 de junho de 2010

Cartas pra você


Estou aqui. Estenderei-te a mão sempre que precisares, assim como tantas vezes já fiz. Não me importo de passar noites em claro por ti, se isto te fizer bem farei mil vezes mais. Me doi saber que mesmo tentando o meu melhor não consigo mudar tua realidade. Se eu pudesse, te guardaria, te esconderia de todo esse mundo que só te faz sofrer. Não deixaria te machucarem. Me colocaria a frente de nações para isso. Tuas lágrimas acarretam nas minhas, quando tudo o que eu gostaria era de ver um sorriso em teu rosto. Mas de qualquer modo, como não posso evita-las, estou aqui para enxuga-las. Tentarei fazer-te entender que as tempestades e os nevoeiros um dia dão lugar a raios de sol, e eu estarei lá junto deles quando estes aparecerem. Pode demorar, a névoa está densa e a tempestade deixa o céu cinza, tu não consegues ver um palmo a frente, mas dure o tempo que for esperarei contigo. Te abraçarei e serei teu pilar se assim quizeres, sinto-me como tal. Abandonaria tudo neste momento para poder estar contigo e te dar um abraço que só nós entendemos, que muitas vezes diz coisas que gostariamos mas nos tornamos incapazes de dizer. Foram-se os tempos de nossas ingenuidades, estamos aprendendo de forma amarga o quão cruel o mundo pode ser e que as pessoas vão lembrar sempre de te magoar, mas nunca de te ajudar. Mas eu, eu estarei aqui para guiar-te. Eu sei que não se apagará com o tempo. Quando cansares de mim, deixarei-te ir. Eu só quero te ver feliz e te agradecer por ter sempre me feito feliz. Broncas, risadas, lágrimas, momentos de alegria e de desespero, fazem parte de tudo o que construímos e isto permanecerá comigo até meu último suspiro, assim como sei que permanecerá contigo. Então seguiremos em frente de mãos dadas rumo a luz.

Obs.: O meu post anterior, "Última Glória", não tem relação comigo ou o que eu estou sentindo galera qw, é uma ficção besta que eu escrevi, só. Pra quem não entendeu, a narradora morreu no final. Morreu para salvar a "nação" dela, as pessoas que ela gostava. É isso.

2 comentários:

Vanessa Monique disse...

Lindo,parece p mim.
Vc deve tah passando pelo q eu tb passo as vzs.Tem gente q axa q as crônicas q escrevo são coisas q acontecem comigo exatamente como escrevo.
São só crônicas.
Ótimo texto
:*

Por que você faz poema? disse...

Seguiremos, sempre, em frente.